Pular para o conteúdo

Vamos acabar com as estrias!

23/03/2015

Acredite e venha logo eliminar as listrinhas indesejáveis! As estrias TÊM tratamento, podem estar vermelhas, arroxeadas ou brancas, que irão melhorar muuuuito quando devidamente tratadas.

Combos de microagulhamentos, peelings químicos ou cristal, uso domiciliar de ativos preventivos e estimuladores de colágeno, irão atacar de vez as estrias. Elas melhoram até 90% no quesito visualização e textura.

As estrias de melhor resultado, independente da cor, são as mais finas.

Bora, encarar?!

Avaliação sem custo no 3824-0099.

Anúncios

CRIOLIPÓLISE: Você conhece?

25/11/2014

Alta tecnologia. Algo ainda nunca inventado. Sonho de consumo!
A técnica consiste em promover um congelamento do tecido adiposo, que irá lesar as células adiposas, que serão, posteriormente, eliminadas por apoptose ou fagocitose. As células de gordura morrem!
Esse é o sucesso: a gordura não é espalhada, ou remodelada, mas a própria célula de gordura é ELIMINADA! Uma lipo sem agulha.
Sem o local de armazenamento, o acúmulo de gordura não vai mais para aquele local.
A parte não tão boa é que essa eliminação se dá entre 20 e 30% por sessão. Então, se a pessoa tem pouca gordura localizada, é bem provável que fique satisfeita com 1 única sessão. Mas nos casos de mais gordura, mais sessões se fazem necessárias.
O procedimento é praticamente indolor, havendo um leve desconforto no início, quando há sucção da gordura pela manopla do aparelho. mas logo a sensação é amenizada pelo congelamento que traz certa anestesia local.
A sessão dura cerca de 1hora por área tratada e o resultado começa a aparecer após 30 dias da sessão, e vai evoluindo por 2 a 3 meses. Portanto, só se deve repetir a sessão na mesma área, 2 meses após a sessão anterior.

O procedimento ainda tem um custo razoável, mas em vista do que custa 10 sessões de massagens, manthus, e outras técnicas veteranas contra gordura, a Criolipólise se torna acessível, já que 1 ou 2 sessões resolvem de vez o problema!
Venha fazer uma avaliação e se candidatar para esse fantástico procedimento!

Amamentação: cuidados especiais

20/07/2014

Venho mais uma vez falar de amamentação. Estimulada, claro, pelo momento que vivo: estou amamentando meu segundo filho, graças a Deus!

Pela segunda vez me preparei com o uso da pomada Lansinoh (importada) desde o sétimo mês de geração, mantido a cada mamada nos 7 primeiros dias de vida do Lucas, meu bebê.

E quero deixar registrado que pela SEGUNDA vez, não tive absolutamente nada nos bicos dos peitos, nenhuma rachadura ou ferida, nada. Ardência sim, nos primeiros dias, mas só.

Mais ainda, as pessoas que conheço que usaram a pomada também foi essa maravilha. Gente inclusive que já tinha tido experiência negativa com amamentação e que dessa vez (que usou a pomada antes e depois do parto) conseguiu amamentar sem sofrimento. Pessoas que, além da pomada, lançaram mão também do bico de silicone, que permitiu poupar os mamilos, sem deixá-los ferir e correr o rsico de interromper o ciclo normal de sucção e desenvolver até mastite.

O grande lance é não deixar ferir, pois depois de ferido, o bico dói demais, a amamentação fica prejudicada e a cicatrização demora a acontecer. Como experiência própria, nesse segundo filho precisei complementar a mamada noturna com nan para prevenir uma ferida. É que meu leite demorou a descer e o bebê não saciava ficando horas sugando. Esse tempo prolongado de sucção irrita muito o bico do peito e eu comecei a temer uma ferida. Com isso apelei para o complemento só nessa mamada. Saciava o bebê e evitava problemas no peito. Mas, fiz isso já sabendo que seria apenas até a descida completa do leite e que não continuaria assim que visse maior saciedade do meu bebê. Simples assim e sem stress ou neurose. Com 08 dias posso dizer que Lucas já ficava saciado com o leite materno apenas. Então, parei com o nan pois sou a favor da amamentação exclusiva. Pronto! Problemas resolvidos, mamas sadias e amamentação exclusiva! Depois de 10 dias nem a Lansinoh não precisei mais pois o bico já estava até sem ardência.

Quero finalizar dizendo que a ciência existe para nos ajudar e facilitar aquilo que a natureza sozinha demora mais a fazer. Essa pomada é um exemplo. O silicone também. Também quero deixar claro que a complementação consciente (quando você sabe o momento e até quando permitir) não atrapalha em nada e te ajuda a ter sucesso futuro.

Amamentação é dom de Deus! Parabéns a todas as mamães que se dispõem a esse dom!

Filtro solar físico ou químico?

18/07/2014

Talvez você não saiba, mas existem os filtros físicos, que são apenas barreiras físicas contra os raios UVA e UVB, que refletem os mesmos. E os filtros químicos (os quais estamos habituados) que absorvem os raios e depois os “eliminam” de volta para o ambiente.
Os físicos estão presentes em maquiagens, por exemplo. Algumas marcas já desenvolveram o pó compacto com filtro, a base com filtro. Esses produtos são apenas barreiras físicas aos raios solares e não substituem os químicos. Têm a vantagem de não precisar esperar por 30 minutos após aplicado para fazer efeito, têm maior aderência à pele, sendo um excelente complemento na proteção, principalmente de quem sofre de melasma.
Os filtros químicos são aqueles convencionais, em creme, gel, gel-creme, que deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição e reaplicado a cada 3 horas. Os filtros com tonalidade (pigmento de base) têm também o filtro físico associado, potencializando sua função. Porém, tornam-se mais oleosos por isso.

Maquiagem que tem filtro, na verdade é apenas o filtro físico. Não se deixe enganar!

Combo da beleza!

14/04/2014

Limpe. Renove. Amacie.
Para isso, faça:
– Limpeza de pele profissional;
– Peeling: de cristal ou químico, de acordo com a necessidade da sua pele;
– Revitalização facial: a base de cosmético hidratante e rejuvenescedor para finalizar com brilho e maciez.
Combinação mais que perfeita para pele bonita e saudável!

Manchas: abordagens do Congresso Internacional de Fisioterapia Dermato-funcional 2014.

20/02/2014

No consultório, esse é um dos diagnósticos que mais recebemos para tratar: manchas. Elas podem ser de diversos tipos. Senis, que aparecem com a idade devido aos efeitos cumulativos de sol na pele durante anos; há também as genéticas como as sardas, as causadas por acne ou outro tipo de lesão; hormonais, os temidos Melasmas; enfim, causa é o que não falta para se ter manchas.
Todas elas melhoram muito com tratamentos estéticos adequados. Aqui vou me ater a um dos temas do Congresso que aconteceu no último fim de semana, uma das causas de maior procura no consultório, o Melasma.
Foi novamente abordado o quanto a substância HIDROQUINONA é prejudicial à pele. Essa substância, já proibida na Europa há um tempo, é um clareador imediato potente, mas que além de causar microperfurações (não vistas a olho nú, claro) na epiderme e derme, dá um efeito rebote importante das manchas.
Como clareia muito rápido, é indicada para se ganhar clientes mais imediatistas e que não entenderiam fazer um tratamento mais longo para esse tipo de problema. Mas de que adianta clarear muito e rápido se sua pele ficará com aspecto envelhecido e as manchas logo voltarão? Você pode estar se perguntando: mas usar uma vez não vai maltratar tanto a pele assim, vai?
Realmente, uma vez não vai. Acontece, que MELASMA, não tem cura, e quem tem, precisa se submeter aos tratamentos sempre, pelo menos 2 vezes ao ano para amenizar. Isso é crônico, o uso da substância também seria frequente e aí sim, a pele não resiste; começa a ficar desvitalizada, maltratada mesmo.
Desde 2009, já fomos alertados desses problemas, mas muitos profissionais ainda prescrevem e/ou usam-na nos tratamentos de consultório.
Então, para você, não profissional, mas sim paciente com melasma, entenda que esse tipo de mancha NÃO sai fácil, depende de disciplina no tratamento e de persistência. Os melhores produtos vão tratar de forma gradual, mais lenta porém mais duradoura. Acredite nisso e exija do profissional esse cuidado.
E, não se esqueça, use e abuse do filtro solar!

Atenção: pêlos brancos não saem com laser!

11/02/2014

Pessoal, é isso! O laser não remove os pêlos brancos, ou seja, sem melanina.
A melanina é o alvo do laser, quem absorve os raios e com isso há a geração de calor intenso causando a fototermólise – lesão por luz e calor. Lesão essa que esperamos que aconteça com o folículo piloso para que cesse o crescimento dos pêlos.
Se não há melanina, não há absorção e nem lesão.

Por isso a dica de ouro é: Não adie sua depilação a laser. Faça antes que os fios brancos comecem a aparecer!
Pele lisinha e sem pêlos não tem preço!