Pular para o conteúdo

Diabetes gestacional

08/01/2012

Um estado não muito comum mas tb não raro, é a diabetes gestacional. Os níveis de glicose aumentam, pois a mamãe desenvolve resistência à glicose, ou seja, há dificuldade da glicose ser captada pelas células, sobrando no sangue. O quadro tem fim após o parto, desde que a gestante tenha os cuidados necessários. Diabetes gestacional sem cuidados pode gerar sérios problemas para o bebê intra-útero, após o nascimento (essa criança terámais chances de desenvolver diabetes no futuro) e para a mulher, que se não cuidar, pode persistir com o quadro de diabetes após o parto.

Esse probleminha surge quando a mamãe tem genética propensora à diabetes, quando engorda além da conta, come doces em excesso e não pratica atividade física.

Bom, como o melhor caminho é prevenir, de acordo com os fatores de risco, o ideal é que assim que a mulher descobre que está grávida, procure um nutricionista ou endocrinologista para fazer uma dieta balanceada para seu novo estado. Só de seguir essa dieta adequada de forma disciplinada, acho pouquíssemo provável que essa gestante desenvolva a diabetes. Outro ponto importantíssemo é manter a atividade física durante toda a gestação. Tudo bem, nos 3 primeiros meses, há muitas restrições, mas a partir do quarto mês, pratique caminhada de no mínimo 30 minutos. A atividade estimula a captação da glicose, reduzindo seu nível no sangue.

Mas e a mamãe que acabou desenvolvendo a diabetes, o que ela deve fazer?

– Procurar o endocrinologista imediatamente. Esse especialista irá prescrever uma dieta adequada e pedirá novos exames após alguns dias.

– Seguir à RISCA essa dieta, que primordialmente é ZERO em açúcar.

– Caminhar de 30 a 40 minutos, se possível, todos os dias!

Fazendo isso, as chances de ter um bom controle e estabilização dos níveis de glicose no sange, são altas. E dessa forma, você e seu bebê estarão protegidos.

São poucos meses de “vida regrada”, já que geralmente a diabetes gestacional se instala no último trismestre e desaparece após o parto. Portanto, nada custa cuidar da sua saúde e da saúde do seu bebê!

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 09/01/2012 09:52

    Ótimo artigo Fernanda. Muito esclarecedor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: