Pular para o conteúdo

Estrias têm tratamento?

12/10/2010

Ainda há pessoas que acham que as estrias não têm tratamento, mas, graças a Deus, isso é um mito! Hoje, muitos são os recursos para tratar essas listrinhas indesejáveis!Porque nas zebras, elas são lindas…

 Bom, primeiro vamos entender porque as estrias acontecem. O rápido crescimento, ganho de peso excessivo, gestação, uso de medicamentos como corticóides, ganho exagerado e rápido de massa muscular, são fatores que podem desencadear as estrias. Todos eles esticam a pele de forma abrupta, gerando o rompimento das fibras elásticas da derme, ocasionando o aparecimento das estrias. Em geral, as estrias têm início avermelhado e com o tempo vão ficando brancas.

Na prática clínica considero um mito dizer que as estrias vermelhas têm melhor resultado do que as brancas. A melhora da estria depende tanto de fatores individuais como qualidade da pele, capacidade de produção de colágeno e regeneração, que o fato de ser branca ou vermelha acaba não sendo determinante no resultado.

 Todos os recursos usados no tratamento das estrias visam aumentar a produção de colágeno para preencher aquele espaço que ficou após o rompimento de fibras, bem como oferecer certa repigmentação (ás brancas) para o verdadeiro disfarce das estrias.

Os recursos mais eficazes utilizados hoje são:

Galvanopuntura: aplicação de corrente galvânica em microamperagem através de uma fina agulha por todo trajeto da estria. O trauma associado à corrente elétrica favorece um processo inflamatório com reparo organizado no sentido de produção de colágeno e repigmentação.

Peelings (de cristal e/ou químicos): estimulam a produção de colágeno e a renovação celular, melhorando o aspecto da pele e restaurando-a.

Lasers: causam “lesão” para posterior regeneração com mais produção de colágeno. O laser mais moderno para esse fim são os fracionados, que emitem seus feixes de luz de forma fracionada, ou seja, não atingem toda a superfície da área tratada para manter áreas intactas em meio áquelas atingidas para que a restauração seja mais rápida e de maior qualidade.

Geralmente o ideal é mesclar variados tipos de tratamento para que o resultado seja de fato, garantido.

 É verdade que não conseguimos recuperar em 100% a aparência das estrias, mas os tratamentos atuais têm conseguido até 90% de melhora. Vamos tentar?!

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. 28/11/2010 10:12

    As suas Estrias podem ser amenizadas e tratadas com o Creme para estrias Bio-Médicin. O Creme para Estrias da Bio-Médicin, possui a maior concentração de ingredientes ativos do mercado 19% , o que melhora e muito a aparência das Estrias.
    Venha conferir.

  2. ANONIMO permalink
    27/12/2010 05:24

    BEM,DEPOIS DE MINHA ULTIMA GRAVIDEZ,A PELE DE MINHA BARRIGAFICARAM COM MUITAS ESTRIAS MAIS ELASNAO SAO NEM VERMELHAS NEM BRANCAS FICARAM COMO SE FOSSEM UM MONTE DE RUGAS, EM FIMBEM ESTRANHAS MESMO TODAS DOBRADINHAS ,NAO SAO GROSSAS, SAO REALMENTE COMO MUITAS RUGAS, ACHO QUE A PELE ESTA MORTA, NAO E NA BARRIGA TODA NAO E SO DO UMBIGO PARA BAIXO, O QUE DEVO FAZER PELO MENOS PRA AJUDAR POIS SEI Q AQUI SO PLASTICA,MAS EM PRIMEIRO LUGAR MORRO DE MEDO DE PLASTCA SEGUNDO, AGORA NAO POSSO, MAS OQ FAZER ? POSSO FAZER O PILEM NA BARRIGA?????? E HORRIVEL ISSO NAO POSSO NEM POR BIQUINIE MORRO DE VERGONHA DO MEU MARIDO MSM SABENDO Q ISSO NAO ATRAPALHA E Q ELE NAO SE IMPORTA, MAS POR FAVOR ME DEEM ALGUMAS DICAS

    • 02/01/2011 18:58

      Respondendo à pergunta, toda estria, por pior que seja, tem possibilidade de obter alguma melhora. O fato de parecerem rugas é normal já que estão no abdome, que após a gestação está flácido. Essa flacidez dá esse aspecto rugoso às estrias. No post acima citei os tratamentos mais eficazes e vc pode procurar um profissional capacitado para uma avaliação de qual deles seria mais indicado para vc. Os cosméticos atuam mais na prevenção do q na melhora, porém vale a pena tentar usar algum que prometa esse fim, desde que seja de boas marcas ( Ex. vichy, dermage, roc, etc). Espero ter ajudado! Qualquer dúvida estou à disposição.

  3. Celita permalink
    06/01/2011 19:58

    Nanda, em adolescente é indicado o mesmo tipo de tratamento para as estrias? Com quantos anos já pode ser realizado.

    Li no seu post que corticóides também contribuem para o aparacimento de estrias e minha falha tomou bastante quando era mais novinha e ainda hoje precisa tomar de vez em quando devido as crises de rinite e dermatite atópica. No caso dela já apareceram bastante estrias no bubum e tenho receio de que possa aumentar ainda mais. Já poderia ser iniciado tratamento?

    Beijos

    • 07/01/2011 10:43

      O tratamento pode ser realizado logo que aparecem as estrias, já na adolscência. O que acontece é que se ainda houver chance do aparecimento de mais estrias, o tratamento será em vão, já que novas estrias poderão aparecer. Aconselho aguardar mais ou menos os 16 anos para iniciar o tratamento e além disso, fazer uma boa avaliação para ter idéia do quanto possa esperar de melhora, etc. O corticóide que ela toma não creio que influencie, pois esses efeitos colaterais acontecem geralmente com terapias contínuas à base de corticóide. Espero ter respondido! Bjinhos!

  4. 23/07/2011 18:05

    DESCOBRI A CURA PARA ESTRIAS!!!

    Recentemente fui mãe pela segunda vez e diferentemente da minha 1º gestação eu fiquei achei de estrias na barriga, daí comecei a buscar e pesquisar tudo a respeito dos melhores tratamentos e para minha infinita felicidade descobri acura para as minhas estrias, acreditem ou não eu estou adorando meu tratamento e o melhor é que qualquer uma pode fazer…
    Por isso criei uma pag com o passo a passo do que fazer entre e veja se gosta.
    http://www.wix.com/dandinhasouza2008/coisasdemulher

  5. caroline permalink
    23/09/2011 09:05

    olá , gostaria de saber se existe alguma diferença entre as estrias que aparecem na adolescencia e as que aparecem na gravidez, pois, vejo em muitos sites que para melhor resultado do tratamento depende da cor da pele da idade e da profundidade das estrias, desde já muito obrigada

    • 23/09/2011 09:14

      Caroline, as estrias têm a mesma constituição, na adolescência ou pós gravidez. O que ocorre é que na gravidez geralmente a mulher está atenta ao aparecimento delas e as percebe ainda vermelhas, fase em que o resultado pode ser melhor.
      Entretanto, sempre enfoco que outros fatores são muito mais determinantes no resultado do que a cor. A espessura da estria (quanto mais larga mais difícil a melhora), a genética de cada um (cor da pele, tipo de colageno), a região do corpo, profundidade das estrias, etc.
      Por exemplo, vc tem estrias vermelhas grossas e profundas e sua amiga tem estrias brancas finas e superficiais. A grande probabilidade é das estrias de sua amiga melhorarem mais do que as suas.
      O que afirmo é que vale a pena tentar o tratamento, pois pode melhorar em até 90% o aspecto das estrias!

  6. caroline permalink
    23/09/2011 10:36

    muito obrigada,, vou iniciar um tratamento hoje com a corrente galvanica,,
    gostaria que me informasse o seguinte , tenho estrias no bumbum brancas desde a adolescencia e devido a musculação exessiva apareceram umas nas coxas vermelhas mais muito poucas, assim essas vermelhas podem sumir e se posso continuar com a musculação do mesmo jeito ou devo diminuir a carga de peso..

Deixe uma resposta para fernandaguzzo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: